jump to navigation

Reciclar para não poluir junho 11, 2010

Posted by cmidsm in Uncategorized.
add a comment

DSC00791

O Centro Marista de Inclusão digital recebeu uma doação de computadores do Laboratório LABIMED. Os computadores não estavam sendo usados no laboratório por estarem obsoletos e estragados, no CMID se recondiciona esses computadores através dos cursos de manutenção de computadores e tecnologias, também, o trabalho de Robótica Livre, que usa peças de sucata para criar autômatos de cunho educacional .

Segundo Alexandre funcionário do laboratório “fazia tempo que esse material estava em desuso na empresa sem ter um destino adequado, pois esse material não deve ser jogado no lixo comum”. O material considerado sucata para a maioria das pessoas podem se transformar em computadores recondicionados, artefatos robóticos ou ainda virar obras de arte.

DSC00788

Para os educadores e educandos do CMID cada doação recebida é vista como uma possibilidade de crescimento, pois além utilizar esse material e torná-lo útil é matéria prima valiosa para o estudo dos adolescentes e jovens que passam pelo projeto. Sendo assim “ o que é descartável por estar estragado ou em desuso nas mãos desses jovens se transforma em algo útil” afirma o professor Leandro educador do CMID.

DSC00789

O CMID faz parte do trabalho da Escola Marista Santa Marta e Centro Social que desde 1998 esta inserido na comunidade da Nova Santa Marta uma região de ocupação e uma das regiões mais pobres de Santa Maria, RS.


Anúncios

20º Nossas expressões junho 11, 2010

Posted by cmidsm in Uncategorized.
add a comment

DSC00190

O Centro Marista de Inclusão Digital participou da XX Nossas expressões, evento promovido pelo DCE (Diretório Central dos Estudantes) da UFSM. Esse evento promovido pelo DCE abre debates importantes com a comunidade em geral, com intuito de problematizar questões do dia. Um dia como políticas públicas para a cultura, combate a opressão, economia solidária, religião afro, mídias alternativas, todos independentes pela raça ou situação financeira.

 

O CMID apresentou novas possibilidades para o “lixo” eletrônico com a meta arte e a robótica livre. Os estudantes ficavam maravilhados em saber as inúmeras possibilidades de se reutilizar os componentes eletrônicos que já eram considerados sucata pela comunidade, e com um pouco de criatividade poderia se tornar em um robô, artefato de arte. Os educadores juntamente com os alunos da universidade, refletiram de se ter um destino correto para essa “sucata” e não ser descartado de qualquer jeito gerando destruição da natureza. Também foi discutido o assunto da inclusão digital, a importância que é para o dia de hoje, para que as pessoas possam ter os mesmos direitos e possibilidades para disputar por uma vaga no mercado de trabalho que a cada dia está mais informatizado.

DSC00167